O verão chega na noite desta segunda-feira e traz com ele temperaturas para a época, a rondar os 30 graus, depois de uma primavera atípica e fria, mesmo com períodos de chuva nos últimos dias.

O sol nasceu às 06h12 e só se vai pôr às 21h05, naquele que é o dia mais longo do ano, a marcar o Solstício de Verão no hemisfério norte, que começa às 23h34. Será a estação ligada ao calor e às férias, durante 93,66 dias, até à chegada do Equinócio do Outono, às 15h16 de 22 de setembro.

O verão começa com calor e sem chuva, em todo o continente e Madeira, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), só com chuva em algumas ilhas dos Açores, durante a semana, a destoar.

Para o resto do país, e durante toda a semana, será o verão em pleno, com as temperaturas acima dos 35 graus, no interior sul, ainda que se prevejam mais baixas para alguns locais do litoral norte, como Porto ou Viana do Castelo.

Ainda assim sem previsão de chuva, pelo menos na primeira semana de verão, depois de uma primavera que não foi normal. Segundo dados do IPMA o mês de março foi mais frio do que o normal, sendo o valor médio da temperatura o mais baixo dos últimos 31 anos e o 13º mais baixo desde 1931.

Abril seguiu também assim estranho, “extremamente chuvoso”, com o valor médio da precipitação quase o dobro do normal (o 10º mais alto desde 1931), o mesmo acontecendo em maio: o valor médio de quantidade de precipitação, 142,9 mm, foi muito superior ao valor médio (71,2mm), sendo o 5º valor mais alto, desde 1931, e o valor mais alto dos últimos 22 anos.

Depois de uma primavera a parecer inverno, esta segunda-feira prenuncia um verão a parecer verão. Segundo previsões a longo prazo (não do IPMA) pelo menos não chove até final de julho.