Se as sondagens baterem certo, Virginia Raggi, a líder do Movimento Cinco Estrelas, pode vir a ser a primeira presidente da câmara na história da maior cidade do País, Roma. As projeções, avança o Público, dão-lhe entre 65 a 69% dos votos.

As sondagens realizadas à boca das urnas, em dia de eleições autárquicas em 126 cidades italianas, dão conta da sua vitória. Raggi já tinha vencido no início do mês a primeira volta, com um resultado considerado histórico, contra o líder do Partido Democrata, Roberto Giachetti — o mesmo partido do primeiro-ministro Matteo Renzi. Pelo que a vitória de Raggi tem em si só um significado associado, e que pode ter impacto nas próximas eleições italianas.

O The Guardian reuniu cinco desafios que a candidata enfrenta caso ganhe. Um deles é: ser uma mulher na política italiana.