Toda a gente pecava, mas ninguém o admitia porque se temia o poder da Igreja. As mulheres eram constantemente reprimidas e vigiadas para evitar a desonra da família – pelo menos de forma descarada. Qualquer enredo amoroso e sexual tinha como figura central o homem: ela era sempre uma desviadora, até no momento do orgasmo. Que a Idade Média era muito diferente da era moderna, isso a História está sempre a mostrar. Mas o que não concebemos agora, costumava ser a norma há mais de seis séculos.

O Pensador Anónimo, um portal da Internet que escreve sobre as mudanças sociais históricas, recolheu dez regras que existiam na Idade Média, mas que agora causam estranheza. Conheça a complexidade do antigamente na fotogaleria aqui em cima.