436kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Cristas comemora 100 dias de liderança no CDS com vídeo no Facebook

Este artigo tem mais de 5 anos

Assunção Cristas assinalou os 100 dias de liderança no CDS com um vídeo em direto no Facebook. Disse que queria estar perto das pessoas, dar esperança aos mais jovens e tranquilidade aos mais velhos.

i

PAULO CUNHA/LUSA

PAULO CUNHA/LUSA

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

“Uma oposição firme e construtiva, foi o meu compromisso há 100 dias, quando assumi a liderança do CDS.” Quem o diz é Assunção Cristas em direto no Facebook, no arranque do vídeo com que pretende assinalar o centésimo dia de sucessão a Paulo Portas. Acrescenta logo a seguir que é isso que ela e a sua equipa têm procurado fazer: “Estar junto das pessoas”.

“A nossa preocupação é pautada por uma agenda muito social. Trouxemos o tema da natalidade, do apoio às famílias, do apoio aos idosos e do envelhecimento ativo”, continuou a líder do CDS.

Afirmando que vai querer discutir no Parlamento, em breve, “um tema difícil” – a reforma do sistema de pensões – acrescenta que quer “dar tranquilidade aos mais velhos e esperança aos mais novos”, estando “naquilo que preocupa quotidianamente os portugueses e todas as famílias”.

“Queremos estar junto dos seus problemas, ajudando a resolver esses problemas e criando esperança no futuro”, concluiu.

Assunção Cristas foi ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território, no Governo liderado por Pedro Passos Coelho. Sucedeu a Paulo Portas na liderança do CDS em março de 2016.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.