A partir de julho, vai poder visitar a sede do Banco Central Europeu (BCE), em Frankfurt, no primeiro sábado de cada mês. A instituição anunciou que vai organizar visitas guiadas tanto em inglês como em alemão, com a duração de uma hora, para grupos de até 25 pessoas.

Os visitantes poderão visitar a torre principal, que alberga os escritórios do BCE, e também o edifício do Großmarkthalle, antigo mercado abastecedor de fruta e produtos hortícolas, que faz parte da sede da instituição. Além disso, será possível subir até ao piso 27 e apreciar a vista sobre a cidade alemã.

As visitas, que acontecerão entre as 12h30 e as 16h00, vão incluir também apresentações sobre a história da zona euro e conferências sobre temas específicos, se previamente solicitadas. O programa de visitas guiadas deve durar pelo menos até ao final de 2016, segundo comunicado do BCE.

A cada sábado, cinco grupos poderão visitar o edifício, e as visitas devem ser marcadas com antecedência.

O edifício do BCE, inaugurado em 2014, demorou 16 anos a ser construído, sob a direção de Thomas Rinderspacher. A torre, de 185 metros de altura, está enquadrada no antigo mercado Großmarkthalle, construído no final dos anos 20. Funcionou como mercado até 2004, e desde 1972 que é um edifício protegido.