Estar no escuro e utilizar apenas um olho, deixando o outro fechado, para olhar para o smartphone pode causar cegueira temporária. Mas o problema pode ser evitado se usar os dois olhos e não apenas um. Duas mulheres ficaram temporariamente cegas depois de o fazerem, segundo um alerta médico publicado no New England Journal of Medicine. No artigo, os médicos detalham os casos das duas mulheres, com idades entre os 22 e 40 anos, que experimentaram “cegueira temporária” durante meses, escreve o The Guardian.

As mulheres queixaram-se de episódios constantes de perda temporária de visão que podiam durar até 15 minutos. Na sequência das queixas foram submetidas a vários exames, mas os médicos não conseguiram encontrar nada que pudesse explicar o problema. Só quando foram consultadas por um oftalmologista foi encontrada a razão do problema.

Gordon Plant do Hospital dos Olhos de Moorfield em Londres explicou que quando perguntou às pacientes o que estavam a fazer quando a cegueira surgiu, elas contaram que olhavam com frequência para os smartphones apenas com um olho aberto e costumavam deixar o outro fechado (e no escuro).

“Um olho tem de se adaptar à luz porque está a olhar para o telefone e o outro olho está adaptado ao escuro”, explicou o oftalmologista. Quando deixaram de olhar para o telefone, não conseguiam ver com o olho que estava aberto. “Porque esse olho demora muitos minutos para recuperar o atraso, em relação ao olho que estava habituado ao escuro”, explicou Gordon Plant.

Segundo o oftalmologista, a cegueira temporária acabou por ser inofensiva e pode ser facilmente evitável: basta que utilize os dois olhos para ver o ecrã do telemóvel.

Embora estes casos de cegueira temporária representem uma hipótese fascinante, segundo Rahul Khurana, porta-voz da Academia Americana de Oftalmologia, dois casos não são suficientes para provar que usar um só olho no escuro causou o problema. Rahul Khurana duvida também de possa vir a acontecer a muitos utilizadores de smartphones.