agenda-cultural-verao-norte

As marteladas na cabeça, o alho-porro no nariz e as sardinhas nas Fontainhas vão animar mais uma noite de São João no Porto. De 23 para 24 de junho, o fogo de artificio mantém-se na Ribeira à meia-noite e com um concerto do Xutos e Pontapés na Avenida dos Aliados. No dia seguinte, o palco é dos GNR e da Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana. Com entrada livre.

Também na Invicta, o PortoCartoon promete arrancar alguns sorrisos, não fosse esta a festa da caricatura. O evento começou esta quarta-feira e prolonga-se até domingo. No sábado, a Rua do Almada torna-se a Rua PortoCartoon e a festa estende-se também à Estação de São Bento. No dia seguinte, é inaugurada uma exposição no Centro Comercial das Antas, dedicada a Alessandro Gatto, o vencedor do Prémio do Público na edição passada.

Para quem não sabia, a Maia tem um central park e a partir de sexta-feira até domingo, o jazz vai ser a banda sonora deste espaço verde. Chama-se Jazz no Parque Central 2016 e recebe o concerto do saxofonista João Mortágua, acompanhado por Miguel Moreira na guitarra, José Carlos Barbosa no contrabaixo e José Marrucho na bateria. “Janela” é o mais recente trabalho de João Mortágua, lançado em 2014, com o apoio da associação Porta-Jazz.

O espaço GNRation em Braga recebe este sábado, a partir das 22h30, B Fachada. O cantor e compositor lisboeta já atuou em alguns dos palcos mais conhecidos do país, desde o Centro Cultural de Belém (CCB) até ao festival Super Bock Super Rock. O mais recente trabalho de B Fachada é uma colaboração com as Pega Monstro, as irmãs Maria e Júlia Reis. Reúne temas como “Quem quer casar com o B Fachada”, “Branca” e “Responso para Maridos Transviados”. Os bilhetes custam sete euros.

Já no Theatro Circo na mesma cidade, a peça Alice leva-nos de volta ao País das Maravilhas. No domingo, às 21h, o público vai recordar a história da jovem que decidiu seguir um coelho e acabou por entrar num mundo paralelo, onde a fantasia, o desconhecido e os sonhos são os ingredientes principais. Quem nunca se cansa de ouvir mais uma versão do clássico de Lewis Carroll não pode perder esta oportunidade. A produção do espetáculo é da associação de teatro Tin.Bra. O preço dos bilhetes é três euros.

O VIBE – Ciclo de Concertos de Música Moderna em Viana do Castelo, propõe-se ocupar vários espaços da cidade ao longo do ano. Esta sexta-feira a partir das 22h, é o concerto de The Bongo Club a animar o centro histórico. Vêm da Suécia e já é a segunda rodada de concertos em Portugal, desde o ano passado. “Be Careful Not To Stare” foi o álbum de estreia da banda de rock, que começou apenas em 2013. Os bilhetes custam três euros.

Os santos populares na região Norte não se limitam ao São João. As Festas de São Pedro vão animar algumas localidades: Pedro Abrunhosa dá um concerto em Macedo de Cavaleiros no sábado e Paulo de Carvalho no domingo, a partir das 21h. A entrada é livre.

A Orquestra Barroca Casa da Música estará, no final da tarde de sábado, em Peso da Régua no Museu do Douro. O concerto pretende levar o público até à corte de São Petersburgo, mais propriamente ao reinado da imperatriz Catarina II, conhecida como Catarina, a Grande. A figura do trono russo foi uma das mais entusiastas na dinamização das artes e da ópera, convidando com frequência alguns compositores para atuar na corte. Este sábado é a vez de a Orquestra Barroca Casa da Música, na companhia do violinista Dmitry Sinkovsky, de recuar até às sinfonias clássicas da monarquia russa. De entrada livre.

fim de semana

O centenário das aparições de Fátima acontece no próximo ano, mas o Santuário já tem alguns eventos preparados para 2016. A Luz do Anjo é um espetáculo multimédia, que acontece de sexta a segunda-feira, em Aljustrel e Valinhos. O projeto leva o público até aos percursos de peregrinação, realizados todos os anos durante o mês do maio. Uma das técnicas utilizadas no espetáculo é o video mapping, projetado nas casas dos três pastorinhos e nos locais das aparições. O trabalho de iluminação e design de a “A Luz do Anjo” promete também dar uma nova visão sobre um dos acontecimentos mais conhecidos da religião católica em Portugal.

A aldeia Lapa dos Dinheiros, em Seia, recebe a segunda edição do Festival de Músicas do Bosque. Este sábado, a partir das 22h, é o grupo Anaquim a subir ao palco deste evento, que pretende reunir a Natureza e a música nas paisagens da Serra da Estrela. A 25 de junho, Anaquim poderá presentear o público com temas como “A Vida dos Outros” ou o mais recente single de 2016, “Sou imune ao teu charme”. A entrada é livre.

“Fado em Nós” é o mais recente trabalho do fadista Pedro Moutinho e que poderá ser escutado no Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco. No sábado, a partir das 21h30, o fadista partilha o concerto com a cantora Amélia Muge. Ambos vão entoar poemas de Fernando Pessoas, Alexandre O’Neill e tantos outros. Os bilhetes custam entre oito e dez euros.

O Festival Internacional de Música de Espinho começa no sábado e já tem um espetáculo com lotação esgotada do pianista Mário Laginha. A peça “Pássaro de Fogo – Aquilo que vocês quiserem” sobe ao palco do festival no domingo, a partir das 11h30. A história fala de um príncipe que procura uma criatura especial: um pássaro de fogo. Durante o processo de descoberta, a música de José Afonso e do compositor russo Stravinsky dinamiza o espetáculo. O bilhete custa três euros.

Em Viseu, Luís Formiga tem um showcase na Fnac no domingo, a partir das 17h. O cantor e compositor portuense apresenta, na companhia do grupo Cabaret Malícias, o álbum “Subnutridos”. A bossa nova e a folk vão percorrer os corredores da Fnac. O pequeno concerto tem entrada livre.

A banda portuguesa Azeitonas vai estar na Feira de Sabores do Tejo em Vila Velha de Rodão, no sábado, a partir das 21h. Depois de conquistar os coliseus de Lisboa e Porto no ano passado, os intérpretes de “Anda comigo ver os aviões”, “Quem és tu miúda” e “Nos desenhos animados” voltam aos concertos. Neste não se paga bilhete.

agenda-cultural-verao-sul

Quinta-feira à noite é o chamado “quase fim de semana”. E é o momento perfeito para Sei Miguel lançar o novo (Five) Stories Untold, álbum com o carimbo da Clean Feed. Em disco, Sei Miguel é arrojado, um herói da experimentação sem medo, entre o jazz, a improvisação e a música sem rótulos. Ao vivo é tudo isto, outra vez, mas com mais corpo, densidade e arrojo. Não há outro assim na música portuguesa, há três décadas como visionário destemido. Os bilhetes para o concerto de apresentação que acontece esta quinta na ZDB, em Lisboa, custam 6 euros.

Começa na sexta-feira, o Sumol Summer Fest na Ericeira. Este ano, o cartaz conta com nomes como os rappers Azealia Banks e Tinie Tempah e o português Nelson Freitas. O Sumol Summer Fest reúne em 2016 alguns dos nomes mais conhecidos do hip hop nacional e internacional e até do house, com Robin Schulz. Além de três locais para ouvir música, os festivaleiros têm campismo à disposição. Os bilhetes diários custam 30 euros e os passes de dois dias variam entre os 45 e os 55 euros.

O Bairro da Graça em Lisboa vai receber a 4ª edição do Festival Fnac Live no sábado. A partir das 17h, alguns nomes da música portuguesa como Dead Combo e Cais Sodré Funk Connection vão passar por palcos instalados no Miradouro da Graça, na associação Voz do Operário e no restaurante Damas. A banda Glockenwise e o duo Quelle Dead Gazelle, considerados em anos anteriores os Novos Talentos Fnac, estão também presentes. Todos os concertos são de entrada livre.

De sexta a segunda-feira, os “coros de Verão” vão ter um festival em Belém. Mais de 600 músicos e coralistas vão atuar em espaços como o Mosteiro dos Jerónimos e o Jardim Vasco da Gama. A quinta edição de Festival Coros de Verão recebe alguns diretores corais do estrangeiro: os Estados Unidos da América e Singapura vão estar representados. No sábado, o destaque vai para o Coro Gulbenkian que atua no claustro do Mosteiro dos Jerónimos. A maioria das atuações tem entrada gratuita. Apenas o concerto de abertura no CCB é pago, os bilhetes custam entre seis e os 12 euros.

Na FIL (Feira Internacional de Lisboa) no Parque das Nações, o Espaço Design Nacional by LxD é uma das grandes novidades da 29ª edição da Feira Internacional de Artesanato. Neste espaço, será possível conhecer o trabalho de cerca de 20 designers. O imobiliário, o vestuário e a joalharia são algumas das áreas da feira, que começa este sábado e termina a 3 de julho. Os bilhetes custam entre 2,50 e cinco euros.

Já no Cascais Groove, a música é outra. Mais relaxada e durante o dia as atividades são dedicadas a toda a família com o “Groove By Day”. Ao anoitecer, segundo a organização, é altura de “os pais deixarem os filhos em casa”. No Parque de Palmela, The Black Mamba, o duo Jorge Palma e Sérgio Godinho, e Jamie Cullum vão assegurar uma das partes mais importantes do evento, a música. A comida saudável e o bem-estar são também algumas das promessas feitas para quem for até Cascais. Para tirar a teima ao vivo, os preços dos bilhetes variam entre os 35 e os 55 euros.

A exposição Abaixo as Fronteiras, uma colaboração do MUDE (Museu do Design e da Moda) com o MACE (Museu de Arte Contemporânea de Elvas), vai ter uma visita guiada em Elvas. No domingo, a partir das 10h30 até às 13h, Bárbara Coutinho, diretora do MUDE e curadora da exposição, vai explicar as obras e os conceitos ao público. A visita é gratuita, mas é necessário efetuar uma inscrição.

O Festival Sete Sóis Sete Luas, promovido em parceria com a Fundação José Saramago, é um evento nacional e além-fronteiras, que pretende promover a diversidade cultural. Lá fora, Itália e Cabo Verde são alguns dos locais por onde vai passar, já em Portugal, localidades como Castro Verde, Oeiras e Odemira são algumas das escolhidas. A música e a gastronomia do mundo são os elementos em comum em todos os palcos do evento. Os bilhetes estão à venda na Ticketline e o preço depende do espetáculo.

O jazz vai percorrer os caminhos de Lagoa, no Algarve, a partir de sexta-feira até domingo. O Lagoa Jazz Fest recebe músicos e intérpretes de vários locais do mundo, desde França, Itália e Estados Unidos da América. Alguns dos nomes apontados para esta edição são o duo Franck Wolf e Mieko Miyazaki, o grupo Cláudia Franco 5teto e Remi Panossian trio. Os bilhetes custam oito euros.

agenda-cultural-verao-ilhas

Em Ponta Delgada, a Igreja do Colégio recebe o concerto Viagem musical pela Europa Do Reino Unido à Rússia, via Alemanha, no sábado. A partir das 21h30, a ilha de São Miguel, como o próprio nome do evento indica, vai viajar pela música de três países. As obras de compositores como Rheinberger, Elgar e Schnittke vão constar do repertório do concerto. A entrada é livre.

Six Chefs Six Flavours Funchal é o ponto final do Festival do Atlântico da Madeira no sábado. Para terminar, a festa do fogo-de-artifício vai reunir seis chefs de cozinha no William Restaurant, a partir das 19h30. Michel van der Kroft, Ricardo Costa, Joachim Koerper e João Rodrigues são alguns dos profissionais convidados. O restaurante, conhecido por abordar a comida europeia de uma forma moderna, foi o local escolhido para proporcionar “uma experiência gastronómica”. O preço é de 95 euros por pessoa.