O homem armado que se barricou esta quinta-feira no interior do cinema Kinopolis na cidade de Viernheim, perto de Frankfurt, foi abatido pelas autoridades na sequência de uma operação policial que durou cerca de três horas. O homem, descrito como “mentalmente instável”, entrou no cinema pouco tempo depois do início das projeções, por volta das 14h, com uma arma. Usava uma balaclava, botas da tropa e levava o ombro um cinto de balas.

Apesar dos relatos iniciais, que apontavam para cerca de 20 feridos, o porta-voz da polícia avançou que nenhuma das 50 pessoas que se encontravam no interior do cinema apresenta ferimentos. “Acreditamos que não existem feridos e que as pessoas que se encontram no interior do cinema com o atacante também estão livres de ferimentos”, disse Bernd Hochstaedter, citado pelo Guardian.

O ministro do Interior da região de Hessen, Peter Beuth, confirmou que o homem foi abatido pelas autoridades. De acordo com Beuth, citado pelo Frankfurter Allgemeine, “a polícia recebeu uma chamada de emergência às 14h45”. “A pessoa que telefonou disse às autoridades que havia um homem mascarado com uma arma comprida. Não ficou claro se se tratava de uma arma verdadeira.”

Apesar disso, testemunhas relataram ter ouvido quatro tiros. Segundo o jornal alemão Bild, a polícia encontrou uma granada e um cinto de explosivos junto do corpo do atacante.

Até ao momento, desconhecem-se os motivos do ataque. Uma outra porta-voz da polícia, Christiane Kompus, que se encontrava no local, disse à Associated Press que não havia informação quanto à identidade do suposto atirador. À agência de notícias, Kompus confirmou ainda que foram feitos vários reféns, sem porém adiantar um número exato.