Raheem Sterling está a viver tempos complicados. O avançado do Manchester City começou o Europeu a jogar de início, mas rapidamente perdeu o lugar, depois de tanta apatia e falta de influência no jogo dos três leões. A imprensa tem sido pouco meiga. E foi aí que Pep Guardiola, o seu futuro treinador, entrou em ação. Conta o The Guardian este sábado que o catalão ligou ao inglês com sangue jamaicano para lhe dar ânimo e sossegá-lo.

“Desde que trabalhes para mim, eu lutarei por ti”, terá dito Guardiola ao jogador, num telefonema para França. “Mantém a tua cabeça levantada, não te preocupes. Eu sei que és um bom jogador e és uma grande parte dos meus planos.” O diário inglês informa ainda que estas palavras tiveram impacto no jogador inglês, que continuará no banco contra a Islândia, mas que terá ficado mais leve.

Afinal, a pressão sempre foi muita desde que deixou o Liverpool, tornando-se assim no jogador inglês mais caro de sempre. Os citizens pagaram mais de 60 milhões de euros. A estadia em Manchester não tem sido um passeio no parque. Parece que o futebolista velocíssimo perdeu a ginga que o caracterizou em Anfield Road.

A chegada de Guardiola ao Etihad gera muitas expectativas, e uma delas será o que conseguirá fazer com Raheem Sterling. O The Guardian até avançou que o catalão, ainda enquanto treinador do Bayern Munique, terá dado o okay para a transferência de Sterling para o City. Para já, Pep armou-se em Stevie Wonder e isso talvez até ajude Roy Hodgson…