O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, considerou esta segunda-feira que a saída do Reino Unido da União Europeia acrescenta “uma nova incerteza” à situação da economia global.

O impacto do “Brexit” “já se sentiu”, assinalou Li Keqiang, numa intervenção na edição de verão do Fórum de Davos, também conhecida por Davos asiático, a decorrer em Tianjin, na região norte da China.

A saída do Reino Unido da União Europeia (UE), processo conhecido como ‘Brexit’, e o novo papel no mundo do bloco europeu dominaram o primeiro dia do evento, que arrancou domingo e decorre até terça-feira.

Trata-se da primeira reação do governo chinês ao resultado do referendo realizado na quinta-feira no Reino Unido em que os britânicos escolheram sair do bloco europeu.