A discussão não é nova: estamos demasiado dependentes dos telemóveis? Há quem ache que sim, em especial muitos artistas que se queixam que os espectadores já não vivem os espetáculos porque estão demasiado preocupados a gravar o momento. Recentemente, Adele juntou-se ao grupo de artistas que não quer que os seus fãs vejam o concerto através do ecrã.

Para o agrado de uns e miséria de outros, já existe uma solução. A Yondr é uma bolsa que impede que se use o telemóvel em concertos (por exemplo). O sistema é simples. A bolsa é feita de tela de neopreno e tem um fecho com um microchip que só consegue ser aberto quando passa por uma máquina que o desativa. Funciona como os alarmes magnéticos nas peças de roupa da maioria das lojas.

Este sistema permite que cada pessoa tenha sempre consigo o telemóvel, no entanto, não o pode utilizar dentro de determinado local. Se precisar de o usar, basta sair da zona limitada e passar a bolsa por uma das máquinas que desativa o microchip.

Alicia Keys e Guns N’Roses já usaram este método nos seus concertos e a empresa garante que a procura tem vindo a aumentar significativamente (30-35% por mês nos últimos sete meses). Este sistema pode ser usado noutros locais e já foi implementado em 50 escolas dos Estados Unidos. A procura tem aumentado também na Europa e no Reino Unido.