Em cerca de 18 minutos 49 celebridades fazem uma breve descrição das 49 pessoas que perderam a vida no passado dia 12 de junho, quando um homem armado entrou no clube noturno Pulse, em Orlando, e disparou a matar.

Duas semanas depois, a imprensa internacional é invadida por um vídeo produzido pela Human Rights Campaign que quer mostrar ao mundo as histórias das vítimas, do técnico de farmácia ao estudante universitário a cursar informática. Para tal, chamou nomes conhecidos do público em geral — desde a cantora Lady Gaga à atriz Sofia Vergara — para darem voz às vidas que foram encurtadas naquela madrugada.

Tal como o site Vox faz questão de referir, no vídeo surgem as vítimas mortais do atentado perpetrado por Omar Mateen — e elas são caucasianas, negras e hispânicas, adolescentes e adultos.