Cristiano Ronaldo sorriu, meteu as mãos na cara, sentiu-se aliviado. Orgulhoso. Na flash interview, depois de consolar Gareth Bale, seu colega no Real Madrid, Ronaldo mostrou-se sereno e confiante na equipa.

“É algo que sonhamos, sabíamos que ia ser um longo caminho a percorrer. Acreditámos desde o princípio, passámos por uma fase complicada. Estamos na luta”, avisou.

E explicou: “Mais vale começar mal e acabar bem. Estes jogadores merecem, este treinador merece. O departamento médico merece. Ainda não ganhámos nada, como disse há uns dias. O sonho está aqui.”

Quando questionado sobre o fado de 2004 e as lágrimas [derrota Euro-2004 vs. Grécia], Ronaldo disse querer mudar a história. “Espero que seja de sorriso na cara e lágrimas de alegria, é um sonho. Sempre disse que o meu sonho era ganhar algo por Portugal. Acredito que vamos ganhar.”

E rematou, olhando para si: “São 13 anos a jogar ao mais alto nível, os números não enganam. Muito trabalho, muita humildade, muito espírito de sacrifício, que foi o que fiz sempre na minha carreira. As coisas aparecem naturalmente…”