A Apple terá, finalmente, abandonado as versões do iPhone com apenas 16 GB de armazenamento. O armazenamento do iPhone 7, que se espera que seja lançado em setembro, deverá começar nos 32 GB, de acordo com os rumores mais recentes. No limite máximo, o próximo iPhone deverá ter uma versão de 256 GB, provavelmente apenas no modelo maior — o iPhone 7 Plus, ou Pro. Deverá haver ainda uma versão intermédia, com 128 GB.

Em parte, o aumento da capacidade de armazenamento deverá estar relacionado com melhoramentos nas câmaras dos aparelhos. Além disso, como escreve o site Mashable, há muito que o iPhone de 16 GB deixou de fazer sentido: nunca antes se tirou tantas fotos, se gravou tantos vídeos e as aplicações nunca exigiram tanto espaço como agora. Estas informações, porém, não são oficiais — embora a experiência nos diga que, na maioria dos casos, os principais rumores se costumam revelar verdadeiros.

O aumento do espaço de armazenamento do iPhone deverá ser consensualmente bem recebido pelos utilizadores, ao contrário de outro rumor que aponta como bastante provável que o próximo iPhone não tenha entrada para auscultadores. Por exemplo, o jornal norte-americano The Wall Street Journal está a questionar os leitores se comprariam um iPhone sem entrada para headphones. À hora de publicação deste artigo, o “não” seguia à frente com 57,4% dos votos, quase 9.000 votantes em cerca de 15.500 participantes.