O britânico Andy Murray venceu, este domingo, o torneio de ténis de Wimbledon, ao bater Milos Raonic em três sets consecutivos (6-4, 7-6 e 7-6) num jogo que durou duas horas e quarenta e cinco minutos.

É a segunda vez que Murray vence o torneio de Wimbledon, depois de também em 2013 ter conquistado o troféu, ao derrotar o sérvio Novak Djokovic, número um do ranking mundial que nesta edição foi eliminado logo à terceira ronda (pelo americano Sam Querrey).

O Wimbledon deste ano ficou também marcado pelo feito histórico do tenista João Sousa. Pela primeira vez, um português chegou à terceira ronda do torneio.