O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, destacou esta quarta-feira no parlamento a importância da vitória da seleção portuguesa no campeonato europeu de futebol na ligação às comunidades e promoção da lusofonia.

“Do ponto de vista da política externa, é uma questão muito importante, não só na ligação às comunidades, mas também na promoção da lusofonia, na promoção da marca portuguesa e vivência clara daquela que é uma característica fundadora da cultura portuguesa, que é o cosmopolitismo”, disse Santos Silva, durante uma audição na comissão parlamentar de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas.

O governante respondia ao deputado do PSD Carlos Gonçalves, eleito pelo círculo da Europa, que realçou o “apoio inequívoco e incondicional” da comunidade portuguesa em França à seleção, que demonstrou “o amor e a vontade de apoiar Portugal”.

“Espero que sirva de lição para um país e muito particularmente para um parlamento que, quando se discutem questões relacionadas com a participação cívica dos portugueses no estrangeiro, estão sempre preocupados com a prova dos laços destas gentes a Portugal”, disse o social-democrata.

Portugal sagrou-se, no domingo, campeão da Europa de futebol pela primeira vez na história, ao bater, na final, a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, num encontro disputado no Stade de France, em Saint-Denis, França.