O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos Donald Trump alcançou a sua rival democrata Hillary Clinton, na última sondagem esta quinta-feira divulgada pelo New York Times e a CBS, tendo ambos o apoio de 40% do eleitorado.

Realizada por telefone entre 08 e 12 de julho, os resultados da sondagem refletem o impacto que teve na imagem de Hillary Clinton a polémica sobre a utilização da sua conta de correio eletrónico pessoal durante o período em que foi secretária de Estado e as últimas críticas feitas pelo diretor-geral da polícia federal norte-americana (FBI) sobre o assunto.

A antiga senadora perdeu num mês seis pontos percentuais de vantagem em relação a junho para Donald Trump, com 67% dos eleitores a afirmar que não confia em Hillary Clinton.

Donald Trump, que deverá sexta-feira anunciar o seu candidato à vice-presidência do país, melhorou ligeiramente e subiu três pontos percentuais, passando de 37% de apoio para 40%.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A sondagem revela, contudo, que os eleitores consideram que Hillary Clinton está melhor preparada para assumir as funções de chefe de Estado do que Donald Trump.

Em relação à abordagem aos problemas raciais que afetam o país, os eleitores também consideraram que Hillary Clinton os pode resolver melhor que Donald Trump.