O Presidente da República visitará na próxima segunda-feira a Base Aérea n.º 6, Montijo, e voará num avião C-130H para demonstrar a confiança na Força Aérea e naquele tipo de aeronave, depois do acidente que vitimou três militares.

“Segunda-feira irei à Base Aérea do Montijo e terei oportunidade de saber o que entretanto terá sido indagado e dar uma palavra de confiança na Força Aérea, de confiança naquele tipo de aeronave. Eu próprio voarei num C-130 nesse dia”, anunciou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Marcelo Rebelo de Sousa falava aos jornalistas antes de entrar para a Igreja dos Jerónimos, Belém, onde decorre uma missa de homenagem aos três militares que morreram segunda-feira vítimas de um acidente com um avião C-130H, da esquadra 501, na Base Aérea n.º 6.

O Presidente da República destacou “o exemplo” dos três militares, um tenente-coronel, um capitão e um sargento, que “foi muito impressionante” ao “terem mostrado o que é a condição militar, que é estar ao serviço do país com risco da própria vida, em todos os momentos, mesmo em momentos de paz”.