Um ataque contra uma base militar das forças armadas malianas provocou 17 mortos e 35 feridos, tendo as autoridades, em comunicado citado pela agência France Presse, garantido que os autores serão encontrados e castigados.

A ação terá sido desencadeada pela Aliança Nacional para a Proteção, Identidade e Restauração da Justiça dos Peul (ANSIPRJ).

O ataque teve como alvo o acampamento militar em Nampala, tendo vários soldados sido feitos reféns e a base incendiada.

Contudo, diversas fontes de segurança da região disseram à agência France Presse (AFP) que duvidam da veracidade da responsabilidade do grupo, visto este ter sido fundado no mês passado após confrontos na área onde aconteceu o ataque.

Ataques violentos têm acontecido no norte do Mali, região que caiu sob o controlo dos rebeldes Tuaregue que são aliados de grupos ‘jihadistas’ ligados a Al-Qaida desde 2012.

Os ataques têm também sido frequentes no centro do país, perto das fronteiras com o Burkina Faso e Níger, países onde elementos ‘jihadistas’.