Uma empresa portuguesa de mobiliário urbano com sede em Albergaria-a-Velha anunciou esta segunda-feira ter concluído a sua primeira exportação para o Dubai, no caso grelhas de proteção de árvores.

Em Albergaria-a-Velha, o Gabinete de Projeto da empresa Larus desenvolveu uma grelha de proteção de árvores com o nome “Horizon”, fabricada em ferro fundido, para auxiliar a absorção e a respiração necessárias ao desenvolvimento dos diferentes géneros de árvores, assim como à sua proteção.

As grelhas “Horizon” foram escolhidas para preservar centenas de árvores no Dubai, junto ao Burj Al Arab, o edifício símbolo do emirado construído sobre uma ilha artificial e as suas duas versões, “square” e “circle”, podem ser encontradas ao longo das extensas zonas pedonais de Jumeirah, zona turística por excelência do Dubai.

Segundo Pedro Martins Pereira, presidente da Larus, a entrada no Dubai resulta da estratégia de internacionalização da empresa, “focada em mercados com um elevado crescimento económico e exigentes ao nível da qualidade formal e construtiva dos equipamentos”.

“Estes países têm mostrado uma grande sensibilidade por propostas que respeitem a sua cultura, tendo a Larus conseguido desenvolver soluções que valorizem a identidade destes locais”, salienta o empresário.

Nos Emirados Árabes, a Larus já mobilou Sharjah, capital da Cultura Islâmica, com quiosques, esplanadas e estruturas de ensombramento, e a Cidade Kuwait com a linha de bancos “Bench”.

A intervenção em projetos urbanísticos internacionais de referência, como a Medina de Casablanca (Marrocos), ou a Baía de Luanda (Angola) e a conquista de prémios internacionais de design, têm contribuído para a afirmação da LARUS como um dos principais “players” mundiais de desenvolvimento e produção de mobiliário urbano.

Com 22 anos, a empresa tem hoje presença internacional em Espanha, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Alemanha, França, Angola, Marrocos e Estados Unidos da América.