Esta é uma daquelas imagens que o fará duvidar dos seus próprios olhos. Embora a visão seja um dos cinco sentidos mais usados para recolher informações do meio que nos rodeia, isso não significa que ela não seja interpretada de forma errada pela mente. Se algumas ilusões são fáceis de captar e o cérebro nos alerta para os erros, outras vezes também esse órgão de comando fraqueja. E esta é uma daquelas imagens que prometem trocar os olhos aos leitores.

parede

Ora, o problema com esta imagem não está nas cores, nem sequer escondido entre as ervas das montanhas. Não há aqui truques de camuflagem nem contas matemáticas para fazer. O nosso calcanhar de Aquiles está, nada mais, nada menos, no primeiro plano da fotografia. A imagem parece muito normal: é um lago que banha um terreno verdejante junto a umas montanhas igualmente forradas de verde. Certo?

Errado. O que lhe parece um lago é, na verdade, uma parede de betão. Mas a perspetiva da fotografia e o jogo de sombras faz com que o dito muro lhe pareça um lago sujo e nada convidativo a mergulhos. Não faz mal: nós por cá também fomos enganados e demorámo-nos a olhar para a fotografia. Mas depois de uma boa análise talvez consiga encontrar a parede no suposto lago.

Veja a imagem aqui em baixo (muito lá em baixo, para não estragar a brincadeira). Talvez ajude.

Eis a imagem reveladora. Já acredita em nós?

parede 2