As autoridades brasileiras anunciaram esta quarta-feira que vão iniciar uma investigação sobre uma suposta existência de ‘dumping’ em importações de aço laminado da China e da Rússia entre 2013 e 2015.

A informação foi divulgada no Diário Oficial da União, publicação oficial do Governo brasileiro, na qual a Secretaria de Comércio Exterior do Brasil afirma que investigará o caso “por terem sido apresentados elementos suficientes que indicam a prática de dumping nas exportações da Federação da Rússia e da República Popular da China para o Brasil”.

A prática de ‘dumping’ acontece quando uma empresa exporta um produto a preço inferior àquele que pratica para o produto similar nas vendas para o mercado interno, gerando concorrência desleal.

Em abril deste ano, as empresas ArcelorMittal Brasil, CSN e Gerdau iniciaram o processo reclamando que as exportações de chapas e bobinas a quente vindas destes países estão a prejudicar a indústria siderúrgica local.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As placas de aço plano laminado quente são usadas numa série de aplicações na indústria, desde autopeças e máquinas e equipamentos a vagões ferroviários e oleodutos.

A Secretaria de Comércio Exterior do Brasil não identificou as empresas exportadoras do produto nem os importadores investigados, que podem ser afetados por medidas como imposição de sobretaxas.