Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um homem foi cercado e detido pela polícia em Bruxelas quando usava um “casaco comprido de inverno com fios elétricos”, num dia quente na cidade. A situação já está “sob controlo” porque as suspeitas de terrorismo não se confirmaram, disse o porta-voz da polícia de Bruxelas. Tratava-se de um estudante que estava a fazer uma “experiência da faculdade”.

Uma grande área na Place de la Monnaie já foi reaberta, após ter sido evacuada durante algum tempo. Amanhã, dia 21 de julho, é o Dia Nacional da Bélgica.

A porta-voz da polícia belga, Ilse Van de Keere, disse ao início da tarde que “uma pessoa com um casaco grosso de inverno, em temperaturas como esta, é muito suspeita”. Estavam 30 graus em Bruxelas neste início de tarde, destaca a BBC. Christian De Coninck, da polícia belga, disse ainda à Belgian TV que “também havia fios elétricos a sair do casaco”. E reforçou: “Nós não corremos riscos. A pessoa foi detida e isolada”.

A polícia belga controlou o suspeito e as brigadas anti-minas deslocaram-se para o local. O homem foi detetado por um guarda no local e foi depois isolado do resto das pessoas da rua. No local estiveram presentes elementos do exército, polícia, bombeiros e ambulâncias.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Algumas lojas foram evacuadas e os comerciantes aguardaram fora do perímetro pela reabertura. Foi determinado um perímetro de segurança em torno da área onde o homem foi cercado. Os autocarros foram impedidos de circular na zona.

Entretanto, circularam várias imagens do homem de mãos à cabeça:

Outras imagens do local cercado e das ambulâncias também circularam na Internet:

https://twitter.com/Conflits_FR/status/755759645625573380