A Grécia liquidou o segundo grande pagamento de julho, um total de 2.643 milhões de euros destinados ao Banco Central Europeu e a diversos bancos centrais da União Europeia, informaram fontes do organismo de gestão da dívida grego.

Segundo estas fontes citadas pela Efe, desta quantidade, o Banco Central Europeu (BCE) deverá receber 1.486 milhões de euros.

Os fundos para este pagamento procedem da ‘tranche’ do terceiro resgate – que se cifrou em 7.500 milhões de euros – concedido pelo Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE) em finais de junho depois do fim com sucesso da primeira avaliação.

Há uma semana, a Grécia efetuou o primeiro grande pagamento da dívida vencida, dessa vez ao Fundo Monetário Internacional (FMI), no valor de 448 milhões de euros.

A Grécia não deverá voltar a pagar dívida vencida às quatro instituições credoras (Comissão Europeia, BCE, MEDE e FMI) até setembro, quando terá de pagar 455 milhões de euros ao FMI.