Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O selecionador do Uruguai, Óscar Tabárez, admitiu esta terça-feira, à imprensa local, que sofre uma neuropatia que lhe afeta os movimentos mas que se encontra bem de saúde.

Tabárez, de 69 anos, afirma que se sente “bastante bem” apesar de se deslocar às vezes numa cadeira de rodas eletrónica. O antigo treinador do Boca Juniors não sente que a sua doença limite o seu trabalhe mas que se isso acontecer poderá afasta-se, mas que “nunca aconteceu tal coisa.”

O Uruguai está a disputar o apuramento para o Mundial de Futebol na Rússia em 2018 e Tabárez fez os jogos frente ao Brasil e Peru com a ajuda de umas muletas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR