Vendas

Veja (em detalhe) os SUV mais vendidos em Portugal

Os portugueses estão cada vez mais rendidos aos SUV. Entre os 50 automóveis mais vendidos no primeiro semestre, seis são deste segmento. O preço é decisivo, mas o estilo e a personalização também.

Com 3454 unidades vendidas no primeiro semestre, o Renault Captur é o SUV de maior sucesso comercial em Portugal

Os consumidores nacionais estão cada vez mais clientes de SUV. Segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), referentes ao primeiro semestre de 2016, entre os 50 modelos mais vendidos no mercado nacional, que perfazem um total de 89.588 unidades, seis são SUV. A popularidade deste segmento é tal que dois modelos desta classe reclamam um lugar no top 10 dos veículos com maior procura. São eles o Renault Captur e o Nissan Qashqai, a ocuparem respectivamente a 5.ª e a 10.ª posições neste ranking.

Com 3454 unidades comercializadas no primeiro semestre deste ano, face às 2707 do mesmo período de 2015, o Captur protagoniza um crescimento de 28%. Introduzido no mercado nacional em Maio de 2013, a carreira comercial deste Renault continua de vento em popa, apoiada sobretudo pelo seu preço competitivo. Com a versão de entrada a custar 17.450€, o pequeno SUV da marca francesa é o mais barato dos modelos deste tipo que figuram na tabela dos 50 mais vendidos de Janeiro a Junho de 2016.

Ainda que tenha inaugurado o segmento em 2007, o Nissan Qashqai, cuja segunda geração foi lançada em 2014, é o único dos SUV no referido ranking da ACAP a acusar uma ligeira retracção nas vendas. Nos primeiros seis meses de 2015, o modelo nipónico alcançou as 2918 unidades, ao passo que no semestre transacto se ficou por 2801 vendas, o que representa um recuo na ordem dos 4%. Tal não impede contudo que o Qashqai, o mais caro (23.870€ na entrada de gama) dos seis SUV mais vendidos em Portugal, ocupe a 2.ª posição no ranking dos primeiros seis meses do ano. Isto porque, rivalizando com concorrentes como o Volkswagen Tiguan ou o Kia Sportage, por exemplo, é uma das mais acessíveis propostas no segmento superior (C) em que se insere.

Na 3.ª posição surge o Peugeot 2008 que, tal como o Captur, surgiu em 2013, tendo iniciado as vendas da sua segunda geração no passado mês de Junho. Ou seja, mesmo em “run out”, o SUV francês conseguiu saltar dos 1766 veículos transaccionados no primeiro semestre de 2015, para 2198 em igual período deste ano.

A forte aposta da Nissan naquilo a que marca apelida de “a sua gama de crossovers” está a dar frutos. A prová-lo, o facto de o construtor nipónico ser o único a ter dois representantes entre os seis SUV com maior procura no mercado português. O Juke, comercializado entre nós por valores que se iniciam nos 18.549€, protagonizou um crescimento de 66%. Com 1202 unidades vendidas nos primeiros seis meses do ano (725 entre Janeiro e Junho de 2015), este Nissan instala-se na 4.ª posição do ranking de SUV mais vendidos em Portugal.

Já o Mazda CX-3, disponível por valores que começam nos 23.498€, ocupa o último lugar desta tabela, mas é o que mais cresce face a 2015: 762%. A explicação para este impressionante incremento reside no início da comercialização deste modelo, cujas vendas arrancaram já na recta final do primeiro semestre de 2015. Daí o “salto” de 81 unidades vendidas nesse período para 698 nos primeiros seis meses deste ano.

O 5.º pequeno SUV mais procurado pelos consumidores nacionais é o Fiat 500X. As vendas do modelo transalpino crescem perto de 200% – precisamente 198% -, se compararmos os dados de 2015 com os de 2016. O mais musculado dos 500 totalizou 328 unidades comercializadas entre Janeiro e Junho do ano passado, ao passo que, no período homólogo deste ano, o saldo se cifra em 977 vendas.

Os mais recentes dados da ACAP confirmam que o mercado continua em evolução positiva, tendo sido vendidos em Portugal 137.751 automóveis, no primeiro semestre de 2016, o que representa um crescimento de 18%, comparando com o período homólogo de 2015. Os ligeiros de passageiros reclamam a maior fatia desse bolo, com a comercialização de 118.626 unidades, o que significa uma subida de 17,6% nos primeiros seis meses do ano. Renault Clio, Peugeot 208 e Volkswagen Polo ocupam, respectivamente, o 1.º, o 2.º e o 3.º lugares no pódio de vendas.

Recomendador: descubra o seu carro ideal

Não percebe nada de carros, ou quer alargar os horizontes? Com uma mão-cheia de perguntas simples, ajudamo-lo a encontrar o seu carro novo ideal.

Recomendador: descubra o seu carro idealExperimentar agora

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: scarvalho@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)