O papa Francisco expressou hoje num telegrama a sua “consternação pela terrível violência” do ataque em Munique, em que foram mortas nove pessoas, principalmente jovens.

O telegrama, enviado pelo cardeal Reinhard Marx e assinado pelo secretário de Estado, Pietro Parolín, refere que Francisco transmite a sua dor e proximidade relativamente aos sobreviventes e ao seu sofrimento.

Na mensagem, o papa também agradece às forças de segurança pelo seu trabalho atento e generoso e incentiva a que seja dado consolo às vítimas.

Na sexta-feira, um jovem alemão-iraniano de 18 anos matou nove pessoas a tiro num centro comercial e de seguida ter-se-á suicidado.

O jovem teria problemas psiquiátricos e as autoridades referem não haver indícios de que o ataque tenha motivações islâmicas.