A Universidade de Lisboa (ULisboa) entrega, na segunda-feira, 20 prémios que distinguem a investigação científica feita na instituição, numa cerimónia que vai assinalar os três anos de fusão da Técnica com a Universidade de Lisboa.

De acordo com a pró-reitora da ULisboa, Ana Simões, os Prémios Científicos, que distinguem todas as áreas de investigação da universidade, “ambicionavam reconhecer o trabalho de publicação em revistas científicas especializadas”.

Além dos 20 prémios, serão ainda entregues dezenas de menções honrosas. Cada prémio entregue vale 6.500 euros aos vencedores.

Ana Simões disse também que o momento do aniversário será aproveitado para fazer um balanço de três anos de fusão, para assinalar ganhos já mensuráveis.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A pró-reitora destacou, por exemplo, o que se conquistou em termos de capacidade de investigação na instituição saída da junção da Técnica e da Clássica, assim como a melhoria da ULisboa nas classificações dos ‘rankings’ internacionais.

Referiu ainda que a reorganização e reafetação de recursos foram importantes para poder contratar mais professores e atribuir mais bolsas de doutoramento.

“Contando com a participação de estudantes da ULisboa e a atuação do seu Coro de Câmara, a cerimónia recordará brevemente etapas significativas da implementação da visão estratégica da ULisboa, enquanto ‘research university’ [universidade de investigação] para, de seguida, se centrar na justa homenagem aos investigadores distinguidos com os Prémios Científicos ULisboa”, explica o comunicado de imprensa da instituição de ensino superior.

As celebrações acontecem na segunda-feira, 25 de julho, no renovado Edifício Caleidoscópio, no Campo Grande, que a instituição recuperou para uso dos estudantes: “Iniciar-se-ão às 17h00, no Auditório, decorrerão no Espaço Estudante/Centro de Estudos, terminando no espaço exterior, entre o edifício e o lago”.