Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones vai ser pai pela oitava vez, aos 72 anos. Melanie Hamrick, a bailarina norte-americana que está grávida de Jagger, é a última namorada conhecida do cantor que tem tido uma vida amorosa, no mínimo, atribulada.

Jagger tem sete filhos de quatro mães diferentes, com idades compreendidas entre os 17 e os 45 anos e também já é avô e trisavô. Tem cinco netos e um bisneto. O roqueiro raramente fala publicamente das suas inúmeras conquistas, mas muitas são sobejamente conhecidas por serem consideradas algumas das mulheres mais bonitas do mundo. Da infindável lista de relacionamentos conjugais e extraconjugais fazem parte nomes como o de Marianne Faithfull, Bianca Pérez, Jerry Hall, Luciana Gimenez Morad, Carla Bruni, Angelina Jolie, entre muitas outras (relembre algumas das relações do cantor na fotogaleria acima).

A propósito da novidade de que iria ser pai novamente, o jornal El País relembrou algumas inconfidências sobre a vida sexual de Jagger feitas pelo guitarrista Keith Richards, seu colega nos Rolling Stones na autobiografia Life (literalmente, “Vida”) lançada em 2010. E também recupera informações publicadas na biografia não oficial do vocalista, intitulada Mick Jagger, da autoria de Philip Norman.

Cleo Sylvestre terá sido a primeira namorada mais ou menos oficial do cantor. A primeira de muitas. Quando os Rolling Stones chegaram à fama e as fãs perseguiam os elementos da banda, a namorada oficial já era Chrissie Shrimpton, de 17 anos. Marianne Faithfull foi a dona seguinte do coração de Jagger. A atriz e cantora britânica foi o primeiro nome conhecido a partilhar a vida com o cantor. O primeiro filho do vocalista dos Rolling Stones, Karis Jagger, nasceu em 197o, fruto da relação que manteve com Marsha Hunt (que manteve em simultâneo com Faithfull).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de ter sido abandonado por Marianne Faithfull, envolveu-se com Anita Pallenberg. A atriz de origem italiana chegou a ser noiva de Brian Jones, o primeiro líder dos Rolling Stones, que morreu aos 27 anos. Diz-se que o relacionamento de Jagger com a atriz terá acontecido durante o noivado desta com Jones. Mais tarde, Anita Pallenberg foi também companheira de Keith Richards, com quem teve três filhos.

Em 1971 Jagger casou-se com Bianca Pérez, que depois do casamento adotou o apelido do cantor. A ex-atriz norte-americana é mãe Jade Jagger, outra das filhas do cantor, atualmente com 44 anos.

Segundo informações recolhidas pelo jornal espanhol, Mick Jagger terá também sido amante de David Bowie (que era assumidamente bissexual) e da sua mulher na altura, Angie Barnett (e mãe de Duncan Zowie Jones, o filho de Bowie) durante o período que foi casado com Bianca.

Bianca Jagger pediu o divórcio em 1978 e alegou adultério como motivo. Ao que tudo indica Mick Jagger já estava envolvido com Jerry Hall, com quem manteve uma relação até 1999 e de quem teve quatro filhos, Georgia, Elizabeth, James e Gabriel Jagger. O relacionamento com Angelina Jolie (que durou alguns meses) terá acontecido depois da separação dos dois. Mick Jagger terá pedido à atriz que o acompanhasse numa viagem ao Brasil, mas ela recusou. Jagger não tardou a afogar as mágoas com uma modelo brasileira que terá conhecido na sequência dessa viagem. Luciana Gimenez Morad engravidou e tornou-se mãe do seu sétimo filho, Lucas Morad-Jagger, que tem atualmente 17 anos.

A última vez que a vida amorosa do cantor chegou às manchetes dos jornais foi em 2014. A relação com L’Wren Scott, com quem mantinha uma relação desde 2001, chegou tragicamente ao fim quando a ex-modelo e estilista norte-americana se suicidou.

Mick Jagger terá conhecido depois Melanie Hamrick, de 29 anos, a futura mãe do seu oitavo filho, que se prevê que nasça no início de 2017.