A companhia Air France anunciou esta terça que na quarta-feira vai cancelar 13% dos voos, no primeiro de sete dias consecutivos de uma greve convocada por sindicatos do pessoal de cabine.

A Air France indicou em comunicado, citado pela agência Efe, que tem intenção de manter 92% dos voos de longo curso, “mais de 80%” dos voos europeus com saída ou chegada no aeroporto parisiense Charles de Gaulle e 90% dos voos domésticos.

A companhia aérea, não afasta, no entanto, a possibilidade de cancelamentos pontuais ou possíveis atrasos.

Segundo as estimativas da empresa, 37% do pessoal de cabine estará em greve nesse dia.

De acordo com a mobilização prevista para cada um dos sete dias de greve, a Air France adaptará e publicará o seu programa de voos no dia anterior à data da viagem e informará os clientes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A greve foi convocada pelos sindicatos SNPNC-FO e Unsa-PNC, apoiados por três sindicatos de pilotos da Air France, num protesto contra a intenção de renovação do acordo coletivo por apenas 17 meses, prazo que consideram “insuficiente”.

Em finais de 2015, a Air France tinha 50 mil funcionários.