Um paciente disparou sobre um médico no Hospital Universitário de Steglitz, um dos maiores hospitais de ensino da Europa que fica na zona sudoeste de Berlim. A informação foi avançada pelo jornal alemão Bild que acrescentou que o médico tinha ficado ferido com gravidade. O médico acabou por morrer, noticiou o radiodifusor Deutsche Welle.

O ataque aconteceu às 12 horas (hora de Lisboa). E, segundo o Bild, o atacante suicidou-se depois de ter disparado sobre o médico de 55 anos, um dentista cirurgião sénior.

O atacante era um paciente alemão de 72 anos que foi tratado esta segunda-feira naquele hospital.

Inicialmente a polícia de Berlim tinha escrito no Twitter que: “O médico ficou ferido e em estado crítico. Está nos cuidados intensivos”. Agora acrescentou que: “O médico de #CBF em #Steglitz infelizmente faleceu. Nossos investigadores do #LKA estão no local e esclarecer a situação a fundo”.

A polícia alemã destacou uma unidade antiterrorismo para o local e o edifício foi evacuado, refere o site RT. Mas acrescenta que não há indicação de qualquer ligação com terrorismo. A polícia refere também que não existem indícios de que existam outras pessoas envolvidas neste crime, refere DW. O local encontra-se, neste momento, seguro.

“Não temos informação de mais pessoas feridas ou de outros autores do crime.”

Até ao momento o hospital ainda não fez comentários sobre o sucedido.

A Alemanha, enfrenta assim mais um incidente, depois de ter sido palco de vários ataques terroristas nos últimos dias.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR