A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira a detenção de um homem indiciado da prática de crime de incêndio florestal ocorrido em Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga, na madrugada de terça-feira.

Em comunicado, a Diretoria do Norte da PJ indica que “o arguido provocou incêndio através do arremesso voluntário de pedaços de madeira incandescentes para terrenos anexos”.

Ainda de acordo com a PJ, o fogo não chegou a atingir uma zona habitacional, onde estavam estacionadas várias viaturas, “dada a pronta intervenção dos bombeiros que o extinguiram”.

O homem que foi detido tem 56 anos de idade, é operário fabril, e vai ser presente a primeiro interrogatório para que sejam determinadas as medidas de coação adequadas.

Apontando que para esta detenção teve colaboração da PSP de Vila Nova de Gaia, a PJ informa, no mesmo comunicado, que já identificou e deteve 17 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.