289kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Uma discoteca dentro de uma cabine telefónica? Sim, existe e há filas para entrar

Este artigo tem mais de 4 anos

Um alemão começou a transformar cabines telefónicas em discotecas. Sim, são extremamente pequenas, há filas para lá entrar e estão sempre abertas.

Um alemão começou a transformar cabines telefónicas em discotecas. Sim, são extremamente pequenas, há filas para lá entrar e estão sempre abertas.

Com o desuso ao longo dos anos das cabines telefónicas, Benjamin Uphues criou o conceito da Teledisko, e tem vindo a aproveitar estes artefactos para construir as mais pequenas festas possíveis em Berlim. O jovem empresário inspirou-se em vários locais que visitou à volta do globo e criou algo de novo em Raw-Gelände, uma antiga zona de instalações ferroviárias que hoje em dia é um área de divertimento noturno alternativo.

A grande vantagem da Teledisko é que está sempre aberta e não há limite de lotação. O recorde até agora é de nove pessoas lá dentro.

Tal foi o sucesso que Uphues já exportou este conceito, havendo uma cabine discoteca no México e algumas itinerantes que percorrem vários festivais. Em breve abrirá uma em Madrid.

As Teledisko estão equipadas com tudo o que é comum numa verdadeira discoteca: música, luzes, bola de espealhos e todo o todo o tipo de efeitos, além de câmaras que fotografam os participantes para ficarem com uma recordação. Só precisa de uma moeda e desfrutar da experiência.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.