IEFP

Programa de empreendedorismo quer integrar 1500 desempregados do IEFP no mercado de trabalho

O IEFP - SOU OLÁ arrancou este mês para ajudar a integrar 1.500 desempregados até 2020. É-lhes dada a possibilidade de explorar um meio de venda Olá com 15.000 de investimento.

Ainda não há uma previsão exata de quantos desempregados poderá abranger já este ano

PAULO NOVAIS/LUSA

O programa de Empreendedorismo IEFP — SOU OLÁ arrancou, oficialmente, este mês com o objetivo de ajudar a integrar no mercado laboral 1.500 desempregados do IEFP até 2020, disse à Lusa Elena Durán, responsável pelo programa.

Segundo a mesma fonte, para este programa, que resulta de uma parceria entre a Unilever, do grupo Jerónimo Martins, e o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), ainda não há uma previsão exata de quantos desempregados poderá abranger já este ano, uma vez que se encontra no início, mas o objetivo é que possa “apoiar cerca de 1500 pessoas até 2020”.

Assim, através do programa, os desempregados inscritos no IEFP têm a possibilidade de explorar um meio de venda Olá com 15. 000 euros de investimento. A multinacional Unilever comparticipa 50% do investimento inicial, correspondente a 7. 500 euros e o restante pode ser feito com capitais próprios ou através de um financiamento com condições especiais, a que o empreendedor se pode candidatar através de programas de apoio oferecidos pelo IEFP.

“Não existe uma seleção dos candidatos, mas sim uma validação da sua candidatura conforme o modelo de negócio e o local escolhido para abrir o ponto de venda”, explicou a responsável do programa, sublinhando que essa validação “depende do potencial, em termos de rentabilidade, e do local escolhido pelo candidato”.

Para se candidatarem, os desempregados inscritos no IEFP têm de escolher um local com potencial para abrir um meio de venda de gelados, preencher o Simulador de Negócio, um documento disponível no website do programa, em www.souola.pt/empreendedorismo no menu “Como Candidatar-me”, preencher o formulário de candidatura e submetê-lo online.

Quando a candidatura for aprovada, o empreendedor deve avançar com o pedido de licenças às entidades públicas responsáveis pelo local escolhido, assinar o contrato de concessão e dar início à atividade assim que tenha os recursos financeiros necessários e as licenças aprovadas.

Para além dos gelados da marca Olá, o empreendedor pode vender produtos como Lipton ice tea e chá quente, água, café, chocolate quente, waffles, sob aprovação da Olá.

O programa tem como base o Plano de Sustentabilidade da Unilever e pretende “promover o empreendedorismo”, destinando-se a “pessoas em situação de desemprego que tenham espírito empreendedor e vontade de criar algo seu, mas não têm uma ideia de negócio ou os recursos necessários para concretizá-la”, explicou à Lusa Elena Durán.

O programa arrancou oficialmente este mês, no entanto, a responsável explicou que ao logo dos últimos meses a Olá realizou várias sessões de esclarecimento no IEFP para avaliar a reação e interesse das pessoas em relação ao programa.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)