Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

António Laranjo da Silva assumiu a presidência da Infraestruturas de Portugal, substituindo António Ramalho que foi convidado para liderar o Novo Banco, informou a empresa em comunicado.

O gestor já tinha liderado a Estradas de Portugal entre 2005 e 2007 durante o primeiro governo de José Sócrates, quando foi substituído no cargo por Almerindo Marques. António Laranjo foi ainda responsável pelas infraestruturas e logística do Euro 2004, coordenou o projeto da Cidade do Futebol e chegou a concorrer à presidência da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Foi ainda administrador e diretor da Refer, empresa que veio a integrar juntamente com a Estradas de Portugal, o grupo Infraestruturas de Portugal (IP) constituído no ano passado por iniciativa do anterior governo. Laranjo, que era atualmente diretor de marketing estratégico da IP, teve ainda responsabilidades de projetos no quadro da rede de alta velocidade (TGV).

António Ramalho que foi escolhido pelo ex-secretário de Estado das Obras Públicas, Sérgio Monteiro, para liderar a Infraestruturas de Portugal, ainda aguarda a luz verde do supervisor bancário para assumir funções na administração do Novo Banco. O processo de venda desta instituição está a ser coordenado por Sérgio Monteiro.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR