Entre quinta-feira e domingo realiza-se a 102.ª Festa do Santíssimo Sacramento Madeirense de New Bedford, no estado de Massachusetts (EUA). O evento junta cerca de 250 mil pessoas e é a maior celebração portuguesa que acontece nos Estados Unidos.

Durante quatro dias, os visitantes vão poder assistir a concertos de música, espetáculos de dança e experimentar pratos portugueses.

O festival realiza-se no Campo Madeira, o mesmo recinto que acolhe o festival há vários anos e que inclui um grande churrasco, uma latada e uma réplica de uma casa de Santana, para recriar o ambiente madeirense.

Fazem parte do programa 30 artistas e grupos musicais, que atuam em quatro palcos, entre os quais “Living on a Bad Name”, Nelia Kristen Martin, “The Great Escape” ou Jorge Ferreira.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Outros eventos vão acontecer no Museu de Herança Madeirense, o único espaço do género nos Estados Unidos e que acolhe uma grande coleção de fotografias, documentos e outros artefactos que contam a história de imigração madeirense no país.

A festa termina no domingo com uma grande parada, que reúne mais de 40 organizações. Com as receitas da festa, os organizadores atribuem todos os anos dezenas de bolsas de estudo, no valor de mil dólares cada uma.

“As famílias madeirenses têm dedicado o seu tempo e trabalho durante gerações. A festa continua por causa do seu esforço. No final de cada festa, o nosso clube nomeia um comité de festeiros para organizar as festas do ano seguinte”, explicou David Lucio, o presidente do Clube Madeirense S.S. Sacramento Inc.

A festa do Santíssimo Sacramento Madeirense aconteceu pela primeira vez em 1915, por iniciativa de um grupo de madeirenses.

Desde então, o evento tornou-se a maior festa portuguesa nos Estados Unidos, um dos maiores festivais étnicos na Nova Inglaterra e uma das maiores celebrações portuguesas fora do território nacional.