É hábito de muitos das pessoas mais ricas do mundo: investir em artigos que lhes garantam um interessante património cultural. Fazem-no também porque no futuro, o valor dos artigos comprados aumentar ainda mais (a arte é um bom investimento). Há quem o faça apenas por puro gosto (e porque podem), como é o caso de colecionadores e amantes de certos objetos em particular.

Certo é que todas elas estão dispostas a desembolsar quantidades exorbitantes de dinheiro por artigos que, à primeira vista, desvalorizaríamos. Quem quereria comprar um cão de balão por 58 milhões de dólares? Talvez todos, se soubessem que é uma impressionante escultura cor de laranja que representa a fantasia. E o que pode ter de tão interessante um cartaz de papel para alguém pagar 155 mil dólares por ele? Tudo, se soubermos que foi o mesmo que John Lennon segurou num protesto durante a guerra do Vietname nos anos sessenta.

É por isso que estes são dois dos oito artigos mais caros alguma vez vendidos em leilão. Conheça todos os outros na fotogaleria e saiba que outros objetos batem recordes nas vendas.