Desde que começaram, em 1909, que os Ballets Russes fascinaram artistas de todas as áreas, que os pintaram, escreveram, musicaram. Os corpos prodigiosos que desafiam a gravidade e inscrevem no espaço a beleza efémera dos movimentos tornaram-se uma das disciplinas artísticas mais marcantes da modernidade. De Anna Pavlova e Nijinsky, de Martha Graham a Pina Bausch, o universo da dança nunca deixou de marcar o nosso imaginário.

E não é só o allure, a elegância do corpo esticado na barra, dos pés em pontas, das piruetas, dos saltos de gato e dos arabesques, é também todo o universo em redor. As roupas dos bailados clássicos, em tules e voiles vaporosos, os maiôs decotados, os coques no alto da cabeça e as roupas de treino. Já espreitou como as bailarinas e bailarinos combinam maiôs, casacos, leggings, saias, meias, tops, fitas? E se a bailarina russa Maria Kochetkova é hoje uma estrela no Instagram, é menos pelo seu virtuosismo no grand jeté (grande salto) do que na forma criativa como se veste dentro e fora do estúdio.

Mas na verdade o mote foi dado pelas sabrinas criadas pela Miu Miu, certamente um dos objetos mais apetecíveis e originais da moda dos últimos anos: uma fusão das sapatilhas de ballet com laços colocados na parte central do pé (e não na traseira, como é habitual). Resultado? Uma versão totalmente renovada das já enfadonhadas sabrinas e que todas vamos querer ter. Felizmente para nós, pobres mortais, a Zara (e outras marcas de fast fashion) já tem uma versão bastante convincente dentro de uma coleção especial dedicada ao espírito do ballet que pode ver no shopping em fotogaleria.

sabrinas ballet miu miu

A versão outono /inverno das sapatilhas da Miu Miu, 590 euros.

Esqueça o Flashdance, o Dirty Dancing ou o Fame. Agora é tempo da bailarina chique e as inspirações são outras. Se quiser seguir o mote veja a coleção mais dominada por esta tendência, a da Valentino, o filme Cisne Negro, que valeu o Óscar a Natalie Portman, ou vá assistir aos espetáculos da nossa Companhia Nacional de Bailado, onde a bela Ana Lacerda é sempre uma aparição de talento e elegância.

Coleção Ballet na Zara

Coleção Ballet da Zara, já disponível nas lojas.

Portanto, costas irrepreensivelmente direitas, pescoço levantado, queixo para a frente, que é como quem diz maiôs muito decotados, saias de tule até meio da perna a deixar ver as fitas das sapatilhas, gargantilha larga no pescoço e casacos de malha cruzados. Mas como sempre na moda, a melhor maneira é descobrir como pode combinar alguns destes itens com o seu guarda-roupa, o seu corpo e o seu estilo pessoal.