A bolsa de Lisboa encerrou hoje em baixa, depois de sete sessões consecutivas a subir, e o índice PSI20 cedeu 0,27% para 4.815,76 pontos, penalizado pelos títulos da Sonae SGPS e dos CTT.

Das 18 cotadas que integram atualmente o PSI20, 12 desceram, uma ficou inalterada e cinco subiram, com a Corticeira Amorim a liderar os ganhos.

A Sonae SGPS caiu 1,70% (0,69 euros), os CTT recuaram 1,54% (7,01 euros) e a Jerónimo Martins perdeu 0,69% (15,10 euros).

A NOS registou uma desvalorização de 0,55% (5,96 euros) e a Semapa perdeu 0,54% (11,99 euros).

Com desvalorizações inferiores ficaram a REN (2,72 euros), a Caixa Económica Montepio Geral (0,47 euros), a Mota-Engil (1,80 euros), a EDP (3,10 euros), a Navigator (2,98 euros) e a EDP Renováveis (7,15 euros).

O BPI perdeu 0,09% (1,12 euros), enquanto o BCP fechou inalterado (0,019 euros).

Nas subidas, destaque para a Corticeira Amorim, que avançou 3,69% (8,63 euros), seguida pela Sonae Capital, que ganhou 2,66% (0,65 euros), e pela Pharol, que subiu 2,27% (0,18 euros).

A Altri somou 1,18% (3,60 euros) e a Galp registou uma subida de 0,04% (13,35 euros).

Nas principais bolsas europeias a tendência foi de subida ligeira, apesar de Paris ter cedido 0,05%. Londres ganhou 0,36%, acompanhando a subida do preço do petróleo, Frankfurt 0,24%, enquanto Madrid registou uma variação positiva de 0,05% e a bolsa de Milão esteve encerrada num feriado em vários países europeus.