Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um cargueiro que atracou este domingo de manhã em Lisboa trazia, preso na proa, uma baleia morta, noticiou a SIC Notícias. O corpo da baleia só será retirado da água e incinerado na segunda-feira.

O animal, que terá entre 12 e 15 metros, foi entretanto rebocado desde a Doca de Alcântara, onde atracou o navio de carga, até junto do Centro de Coordenação e Controlo de Tráfego Marítimo do Porto de Lisboa, em Algés.

O barco era proveniente de Marrocos e tinha como destino Lisboa. No caminho percorrido passou por uma zona que é normalmente usada pelas baleias que procuram alimento.

Marina Sequeira, técnica do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, disse à SIC Notícias que se pode tratar de uma baleia-comum – uma espécie ameaçada, que foi alvo de caça intensiva durante muitos anos e que ainda não conseguiu recuperar o número de indivíduos.

Mas só será possível confirmar a que espécie pertence na segunda-feira, depois de o animal ser retirado da água. Nessa altura serão também recolhidas algumas amostras para análise e de seguida a baleia será encaminhada para incineração.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR