As autoridades mexicanas descobriram um túnel escondido de cerca de 30 metros a cruzar a fronteira com os Estados Unidos, a começar no Estado mexicano de Sonora e a terminar no Arizona.

De acordo com a Comissão Nacional de Segurança do México, a descoberta foi feita por agentes da polícia mexicana quando inspecionavam uma tubagem de escoamento de água que atravessa a fronteira. Em determinado ponto da tubagem, os agentes notaram diferenças na superfície do cimento.

Após a remoção de algum material da tubagem, os agentes descobriram uma “escavação clandestina”, um túnel com um metro e meio de comprimento no lado mexicano e mais de 30 metros de extensão no lado norte-americano.

Metade do túnel estava escorado por vigas de madeira e a outra metade continha terra e pedregulhos. De acordo com a CNS, a segunda metade do túnel “aparentemente ainda estava em construção, sem qualquer abertura para a superfície”.

As autoridades de ambos os lados da fronteira descobrem regularmente este tipo de túneis clandestinos, tipicamente usados por traficantes de droga ou imigrantes ilegais sem documentos.

Em abril, as autoridades dos Estados Unidos descobriram o maior túnel do género, usado para levar drogas do México para território norte-americano.

O túnel de 800 metros de comprimento saía de Tijuana, no Estado da Baja California, e ia até Otay Mesa, na cidade californiana de San Diego.