O Presidente interino do Brasil, Michel Temer, afirmou, esta segunda-feira, que “não teve tempo” para assistir ao discurso de Dilma Rousseff ao Senado, no qual se defende do impeachment. “Eu não assisti [ao discurso], sabe que eu não tive tempo? Fiquei trabalhando nos despachos e não tive a satisfação de acompanhar o discurso”, disse, citado pela Agência Brasil. Enquanto a petista falava, Temer participou num evento em Brasília com atletas brasileiros que participaram nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Segundo relata a publicação, Temer não respondeu aos jornalistas, quando foi questionado sobre se Dilma Rousseff conseguiria reverter o processo de impeachment e disse apenas estar a aguardar o resultado do julgamento final da Presidente afastada. “[Aguardo] Com absoluta tranquilidade. Eu sou obediente às instituições e espero que o Senado Federal venha a decidir”, declarou.

Num breve discurso durante o evento, Michel Temer não fez referências à sessão do impeachment no Senado. “O que o Brasil mais quer hoje é união. Uma mente sã e um corpo são”, disse aos atletas.

O jornal O Globo relata que Michel Temer chegou ao Palácio do Planalto às 18h00 (hora de Portugal) e que, até aquela hora, não tinha agenda oficial. A publicação avança ainda que os ministros interinos Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo), Eliseu Padilha (Casa Civil) e Dyogo Oliveira (Planejamento) estiveram com Temer na sua residência oficial esta manhã.