436kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Pelo menos 60 mortos em ataque suicida no Iémen

Este artigo tem mais de 5 anos

Um ataque suicida matou, pelo menos, 60 pessoas num campo de treino militar no Iémen. Um atacante conduziu um carro contra um grupo de novos recrutas, fazendo-o explodir.

Os ataques em Aden são frequentemente reivindicados por extremistas da Al-Qaida ou do Estado Islâmico
i

Os ataques em Aden são frequentemente reivindicados por extremistas da Al-Qaida ou do Estado Islâmico

AFP/Getty Images

Os ataques em Aden são frequentemente reivindicados por extremistas da Al-Qaida ou do Estado Islâmico

AFP/Getty Images

Pelo menos 60 pessoas morreram numa explosão, num campo de treino militar na cidade de Aden, no Iémen. Tratou-se de um ataque suicida. Segundo um balanço das principais fontes médicas do país, citadas pela AFP, 60 pessoas morreram e 29 ficaram feridas no atentado suicida contra jovens recrutas do exército iemenita.

Fonte das autoridades disse à AFP que um atacante conduziu o veículo na direção de um grupo de novas recrutas no campo no norte de Aden, alertando que o número de mortos podia ainda subir. Os serviços de segurança continuavam a retirar os mortos e feridos do local, indicou.

A cidade portuária, base temporária do Governo iemenita apoiado pelos sauditas, assistiu a uma série de bombardeamentos que tinham como alvo dirigentes e forças de segurança.

Os ataques em Aden são frequentemente reivindicados por extremistas da Al-Qaida ou do Estado Islâmico, que aproveitaram o caos que o país atravessa para avançar para as regiões do sul e sudeste.

Mais de 6.600 pessoas, a maioria civis, morreram no Iémen desde março de 2015 e mais de 80% da população necessita de ajuda humanitária, de acordo com a ONU.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.