Dark Mode 194kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Pelo menos 60 mortos em ataque suicida no Iémen

Este artigo tem mais de 4 anos

Um ataque suicida matou, pelo menos, 60 pessoas num campo de treino militar no Iémen. Um atacante conduziu um carro contra um grupo de novos recrutas, fazendo-o explodir.

i

Os ataques em Aden são frequentemente reivindicados por extremistas da Al-Qaida ou do Estado Islâmico

AFP/Getty Images

Os ataques em Aden são frequentemente reivindicados por extremistas da Al-Qaida ou do Estado Islâmico

AFP/Getty Images

Pelo menos 60 pessoas morreram numa explosão, num campo de treino militar na cidade de Aden, no Iémen. Tratou-se de um ataque suicida. Segundo um balanço das principais fontes médicas do país, citadas pela AFP, 60 pessoas morreram e 29 ficaram feridas no atentado suicida contra jovens recrutas do exército iemenita.

Fonte das autoridades disse à AFP que um atacante conduziu o veículo na direção de um grupo de novas recrutas no campo no norte de Aden, alertando que o número de mortos podia ainda subir. Os serviços de segurança continuavam a retirar os mortos e feridos do local, indicou.

A cidade portuária, base temporária do Governo iemenita apoiado pelos sauditas, assistiu a uma série de bombardeamentos que tinham como alvo dirigentes e forças de segurança.

Os ataques em Aden são frequentemente reivindicados por extremistas da Al-Qaida ou do Estado Islâmico, que aproveitaram o caos que o país atravessa para avançar para as regiões do sul e sudeste.

Mais de 6.600 pessoas, a maioria civis, morreram no Iémen desde março de 2015 e mais de 80% da população necessita de ajuda humanitária, de acordo com a ONU.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.