A descoberta de um fóssil de uma espécie até aqui desconhecida, na Argentina, poderá ajudar a entender o desenvolvimento dos animais voadores, como os pássaros que hoje conhecemos. Trata-se do Allkaruen koi, pertencente à família dos pterossauros, e terá sido o primeiro vertebrado com capacidade de voar.

Quem era o Pterossauro?

Mostrar Esconder

Os pteroussauros foram uma espécie muito próxima dos dinossauros — portanto, um réptil. No entanto, a espécie evoluiu de uma forma muito distinta dos restantes répteis, e tornaram-se nos primeiros animais depois dos insetos a conseguir desenvolver a capacidade de voo — não apenas de planar ou de saltar muito alto.

A espécie desapareceu há 66 milhões de anos, na mesma extinção em massa que aniquilou grande parte dos dinossauros, incluindo o famoso Tyrannosaurus rex, não deixando nenhum descendente.

Fonte: Museu Americano de História Natural

Os restos foram descobertos “soberbamente preservados” na província de Chubut, na Patagónia argentina, e analisados por uma equipa de arqueólogos, que concluiu que o animal tinha características particulares para se manter em voo, de acordo com o The Independent. O Allkaruen koi era dotado de ossos pneumáticos (ocos) e um dedo alongado para apoiar a membrana que servia de asa. Os resultados da análise do fóssil foram publicados num artigo, na revista PeerJ.

Diego Pol, um dos investigadores envolvidos no estudo, explicou ao jornal britânico que “esta investigação dá um importante contributo para entender a evolução de todos os pterossauros”, os primeiros a conseguir voar, porque o animal “apresenta um estado intermédio na evolução cerebral dos pterossauros e nas suas adaptações ao ambiente aéreo”.

fig-1-2x

Alguns dos fragmentos analisados pelos investigadores. © 2016 Codorniú et al.

A análise dos restos do Allkaruen koi permite agora juntar novos dados ao conhecimento anterior sobre como evoluíram os primeiros vertebrados voadores. Até aqui, conheciam-se dois tipos de pterossauros — uma mais primitiva e outra semelhante ao conhecido pterodáctil. O Allkaruen koi, batizado como “cérebro ancião” na língua nativa Tehuelche, uma forma intermédia entre as duas já conhecidas, é particularmente importante devido às características do ouvido interno, muito importante para o equilíbrio.

Os pterossauros foram os primeiros animais vertebrados a conseguir desenvolver a capacidade de voar, através do movimento das asas. A partir dessa espécie ancestral, surgiram dezenas de espécies, incluindo algumas do tamanho de um F-16 e outras tão pequenas como um avião de papel, de acordo com o Museu Americano de História Natural.