Dois professores descodificaram um texto que esteve escondido, durante mais de 80 anos, debaixo de um obelisco em Roma, mandado construir pelo ditador fascista Benito Mussolini, em 1932.

O texto é um elogio aos feitos alcançados por Mussolini e também um elogio ao regime fascista e foi descoberto alguns anos depois de o obelisco ter sido revelado ao mundo, mas só agora foi decifrado. O documento, que estava debaixo do monumento de 300 toneladas não foi de lá retirado, mas dois estudiosos – Bettina Reitz-Joosse e Han Lamers – juntaram pedaços que consideram fazer parte do texto escrito por Aurelio Giuseppe Amatucci sobre Benito Mussolini, o homem que liderou a Itália entre 1922 e 1943. A mensagem, com o título Codex Fori Mussolini, estava acompanhada de moedas de ouro.

A professora Reitz-Joose da universidade de Groningen, na Holanda, explicou à BBC que o texto foi feito para ser lido por gerações futuras. “O obelisco era um espetáculo enorme, mas a existência do texto nunca foi reportada. Estava reservado para uma audiência num futuro próximo.”

MonolitoMussolini

O obelisco que está no Foro Italico

O texto tem cerca de 1.200 palavras e está dividido em três partes distintas.

A primeira parte do texto começa por descrever os feitos do fascismo e o caminho que Mussolini percorreu até se tornar o Duce de Itália, para logo de seguida elogiar a forma como o líder italiano “regenerou o país com a sua perspicácia e resolução sobre-humanas”.

A segunda parte do texto fala sobre os movimentos de juventude italianos, entre os quais a Organização da Juventude Fascista, com sede no Foro Italico. E a última parte faz referência à construção do espaço onde está o obelisco e à construção do mesmo.

Relativamente ao porquê de o texto estar escrito em latim, a doutora Reitz Joose adianta a hipótese de ter sido uma tentativa de fazer uma ligação entre Mussolini e os antigos imperadores romanos.

Construído ao lado do complexo desportivo Foro Italico, nas margens do Tiber, este monumento foi criado como uma homenagem ao líder Mussolini. Na fachada do obelisco, numa inscrição, pode ler-se “MUSSOLINI DUX” (“Mussolini Líder”).