É o terceiro ano que o centro histórico de Faro fica ocupado de música, arte e conversas. O Festival F está de regresso a Vila Adentro, esta sexta-feira e até sábado, com uma programação abrangente. O primeiro dia já conta com muita música, distribuída por cinco palcos, onde a música portuguesa ganha destaque. Ana Moura, GNR e Diabo na Cruz são alguns dos artistas escolhidos para subir a palco esta sexta-feira. A língua portuguesa vai também ser entoada — mas com sotaque brasileiro — pelo rapper Criolo.

Embora os ritmos e as melodias tenham lugar cativo no festival, o leque de opções alarga-se para as tertúlias de vários géneros, os espetáculos de stand-up comedy e as sessões de showcooking. Na primeira escolha, o final de tarde terá muito falatório com uma tertúlia musical às 18h30 — Joaquim Guerreiro, coordenador do evento, e João Carvalho, diretor do festival Paredes de Coura, vão ser os oradores. Álvaro Costa, crítico de música, será o moderador.

Para os que gostam de falar e ouvir conversas sobre política, Rui Ramos e Paulo Ferreira, colunistas do Observador, vão refletir sob o tema “A ascensão dos populismos”, a partir das 19h — a tertúlia terá transmissão em direto no Observador. Haverá também uma tertúlia literária, com Carlos Vaz Marques e Ricardo Araújo Pereira.

Nem a cozinha algarvia fica de fora do Festival F: às 19h30, a chef Margarida Vargues dará algumas dicas para fazer os melhores pratos da região. À noite, a partir das 21h30, haverá stand-up comedy: Carlos Pereira, Diogo Batáguas, Nuno Mesquita e Ruben Branco serão os protagonistas.

A música é o principal atrativo do festival e por isso, a partir das 19h45, há concertos. Começa com Nuno Prata no palco Museu e termina às 3h30 no palco Castelo com Petesleev. Por outros pontos do evento, vão passar artistas como GNR, Ana Moura e Criolo no palco Muralhas, Throes + The Shine e Branko no Palco Quintalão e ainda, Mundo Segundo & Sam The Kid no palco Sé — vai poder acompanhar alguns concertos, em direto, no Observador, a partir das 21h30.

No sábado, o esquema repete-se com outros protagonistas no Festival F, como Gisela João, Pedro Abrunhosa e Richie Campbell. Ainda para ocupar e distrair o público, haverá exposições no Museu Municipal de Faro, cinema no Miradouro da Galeria do Arco, artesanato pelos recantos de Vila Adentro e street food para os intervalos. Os bilhetes diários custam 15 euros, já para os dois dias o preço é de 25 euros.