Com passagem à produção prevista lá mais para o final do ano, o novo Rio passará a existir apenas na versão de cinco portas, perdendo a anterior carroçaria de três portas – mais desportiva, é certo, mas também com menor procura.

Mais comprido cerca de 15 mm, mas também mais largo e mais baixo 5 mm que o antecessor, tudo isto a partir de uma plataforma que cresceu 10 mm, também no interior o novo Rio apresenta um ambiente mais luxuoso, do qual faz passa a fazer parte um ecrã táctil de alta resolução, que integra em si os controlos do áudio, navegação e sistemas de conectividade.

2017_kia_rio_official_08

Exibindo, também em termos exteriores, uma imagem de maior qualidade, o futuro Rio apresentará, desde o início, bancos em tecido de cor cinza ou preto, sendo que, no caso das versões mais altas, será possível optar por pele, também nesses dois tons. Opcionalmente, a marca prevê disponibilizar um Red Pack, que inclui bancos em pele bicolores, em preto e vermelho.

Embora os aspectos técnicos e tecnológicos estejam ainda por confirmar, a Kia afirmou já que o novo Rio apresentará um conjunto de tecnologias de conforto e segurança de topo, assim como as mais recentes novidades em termos de conectividade.

Na condução, a promessa é de sensações desportivas ao volante, ajudadas por uma oferta em termos de motores que, segundo os últimos rumores, deverá passar por dois blocos a gasolina, um 1.2 e um 1.4, assim como por um 1.1 diesel. Novo será o três cilindros 1.0 Turbo que o fabricante já disponibiliza no Cee’d, e que, inclusivamente, deverá chegar ainda ao Picanto.

2017_kia_rio_official_07

Mantendo os níveis de equipamento já conhecidos, com a GT Line a figurar como a versão mais equipada, no futuro, o modelo deverá vir a contar igualmente com uma versão GT, tendo por base o 1.4 Turbo a gasolina revelado no ano passado, e que lhe permitirá posicionar-se como um concorrente directo do Ford Fiesta ST.

A nova geração Kia Rio tem apresentação oficial agendada para o próximo Salão Automóvel de Paris, sendo que, em termos de preços, as últimas notícias referem que deverão ser ligeiramente superiores aos do modelo ainda em comercialização.