A Samsung SDI decidiu investir 320 milhões de euros na construção de uma fábrica de baterias destinadas a automóveis eléctricos, sendo mais um dos operadores do sector a apostar forte no aumento da procura por este tipo de automóvel não poluente no espaço europeu. Um pouco à semelhança do que, ao que parece, também a LG Chem planeia, já que se prepara para instalar na Polónia uma fábrica de baterias específicas para este fim.

Segundo informação veiculada pela agência Reuters, a nova instalação fabril situar-se-á nas imediações de Budapeste e começará a laborar no segundo semestre de 2018, com uma capacidade instalada suficiente para equipar, anualmente, 50 mil automóveis.

Em comunicado, a empresa coreana, filial da Samsung Electronics, sublinha que esta nova fábrica permitir-lhe-á responder com maior celeridade à procura por parte dos seus clientes do Velho Continente (dado que boa parte das marcas europeias possui já unidades de produção perto da Hungria), assim como reduzir os seus custos logísticos. Recorde-se que a Samsung SDI já possui uma fábrica de baterias deste género na China e que, entre os seus clientes, encontra-se o Grupo BMW, com as baterias que equipam o BMW i3 a serem, actualmente, produzidas na Coreia do Sul.