Um incêndio florestal que deflagrou, na tarde de domingo, em Benitachell, na província de Alicante, em Espanha, atingiu também a localidade vizinha de Jávea. As proporções que este incêndio assumiu levaram os serviços de emergência a evacuar várias residências nas duas localidades. Ao todo foram, pelo menos, 1.000 as pessoas que tiveram de abandonar as suas casas e passar a noite em albergues, de acordo com os órgãos de comunicação espanhóis.

O incêndio teve início por volta das 16h00 de domingo e chegou a ser dado como controlado ao final do dia, mas reacendeu e às 22h00 as autoridades lançaram um aviso às populações para abandonarem as suas casas. O desalojamento durou até às 4h30 da madrugada.

Segundo o El País, o parque natural de La Granadella, em Jávea – “de alto valor ecológico” – foi afetado pelo incêndio, e é neste momento o local mais complicado.

O alcaide de Benitachell, Josep Femenia, disse, citado pelo El Mundo, que o combate está a ser bem sucedido e que ofogo se pode dar quase por controlado naquela zona.

As autoridades espanholas acreditam que o fogo teve mão humana, pois surgiu em vários pontos distantes e ao mesmo tempo.

O combate ao incêndio tem estado a ser feito por cerca de 370 operacionais e 20 meios aéreos e diversos carros. As operações têm sido dificultadas pelas condições meteorológicas adversas: altas temperaturas, ventos de 40 km por hora e humidade de 20%.