O selecionador português, Fernando Santos, afirmou hoje que o encontro com a Suíça é de uma “importância muito elevada” entre duas equipas que têm ambições na fase de qualificação para o Mundial2018 de futebol.

“Portugal e Suíça são duas seleções que querem estar presentes no Campeonato do Mundo e estão num grupo em que só o primeiro tem acesso direto. Por isso, este jogo é de grande importância. Tem mesmo uma importância muito elevada na fase de apuramento”, afirmou Fernando Santos.

O selecionador falava na conferência de imprensa de antevisão do jogo da primeira jornada do Grupo B, no Estádio St. Jakob-Park, em Basileia, onde Portugal fará o seu primeiro jogo oficial após a conquista do Euro2016.

“Vamos ter pela frente uma equipa de grande qualidade, forte e que está motivadíssima para jogar contra nós. A Suíça tem pontos fortes e alguns pontos menos fortes. Não tem grandes debilidades. Temos de nos centrar naqueles que nós achamos são os pontos menos fortes”, referiu o técnico de 61 anos.

Fernando Santos desvalorizou a ausência de Xherdan Shaqiri na formação helvética, lembrando que a Suíça tem jogadores de qualidade em quase todos os setores, e também o saldo negativo que Portugal tem com o adversário de terça-feira (seis vitórias, cinco empates e nove derrotas).

“A história vale o que vale. Temos de viver o presente e o presente é já amanhã com Portugal a começar uma fase de apuramento para o Campeonato do Mundo. Nunca vi os jogadores nos balneários falarem nesse tipo de coisas”, confessou.

O técnico defendeu que Portugal tem de manter o mesmo espirito coletivo e nível de confiança que demonstrou durante o Euro2016 e desvendou uma conversa que teve com os jogadores logo após a vitória em França.

“Mal conquistámos o Europeu, disse aos meus jogadores que a partir de agora teríamos de estar preparados para adversários com motivações ainda maiores. E os jogadores estão preparados para isso”, garantiu.

Para Fernando Santos, a formação lusa “tem de continuar a crescer, tem ainda de melhorar”.

“Contra nós, os nossos adversários vão ser mais 10% daquilo que já eram. Por isso, nós também temos de ser mais 10% por cento daquilo que somos”, concluiu.

O 21.º encontro entre Suíça e Portugal, o 12.º em solo helvético, está agendado para as 20:45 (19:45 horas de Lisboa) e terá arbitragem do espanhol Antonio Mateu Lahoz.